Arquiteta e Designer de Interiores

Como separar a função de arquiteto do designer de interiores?

É função do arquiteto projetar um espaço ou reformar mas pelo olhar integral, que quer ver a casa funcionando como um corpo sadio, bonito e harmonioso, de fora pra dentro e de dentro pra fora, ganhamos a função também de designer de interiores, extraindo todos os recursos que o espaço oferece, através do design, na melhor forma de compatibilizar o externo com interno.

Utilizar a luz natural por exemplo, através da melhor projeção da janela e das aberturas e em paralelo utilizar da luz artificial, a melhor projeção da função de iluminar e de criar efeitos.

Criar efeitos?

De luz mas também de cor, de jardim, de um ângulo, de uma forma, de um layout, de acabamentos, de vestimenta através da decoração, de um símbolo e suas intenções, da proporção de um móvel, de um objeto …de possibilitar que a vida pulse através do bem, do belo e do melhor que podemos oferecer através do nosso conhecimento.

E aí esse texto surgiu porque hoje é o dia do Designer de Interiores e como Arquiteta também me sinto homenageada nesse dia.

Contagiando de bençãos!

Símbolos emanam energia e são capazes de contagiar um espaço…um bairro… uma cidade…um país…

Um exemplo disso é a intervenção artística e urbanística do Mena , um presente que São Paulo ganhou, com a expansão das cores do arco-íris, das borboletas e a flor da vida, o padrão atômico perfeito, a geometria sagrada pulsando agora na cidade.

E domingo passado, chegando em Sampa, pude constatar pessoalmente …adorei!

Que possa vibrar todas as virtudes divinas através desse arco íris, que as borboletas sejam portadoras de transformações desse novo padrão!

Porque tudo que queremos ver transformado no macro, começa com essas atitudes no micro!

Dia do arquiteto

Dia 15 de dezembro foi dia do Arquiteto, era domingo e eu estava meio desconectada dessa função, apesar dela compor o tempo todo com os outros papéis.

Ter escolhido Arquitetura como formação foi a melhor opção que fiz porque estudei ferramentas para expressar minha criatividade através dos espaços e ela ainda permite uma gama de outras opções que contaram no currículo como historia da arte, estrutura, urbanismo e etc, possibilitando além de atividades que não me aprofundei muito como as citadas, poder trabalhar com que me identifico mais, ou seja, arte, design, decoração, terapia de ambientes (feng shui, radiestesia, geobiologia) compondo com qualidades relacionadas a beleza, harmonia, salubridade, conforto e bem viver.

Eternamente grata ao talento unido a formação e ao propósito nessa vida!

Cura pela Geometria!

Eu tenho um Projeto Arquitetônico com conceito próximo ao viver em comunidade, todo baseado na Geometria Sagrada, na Flor da Vida …louco para ser concretizado!!!

A “Flor da Vida” é um símbolo que contém o padrão geométrico da criação da vida, cujo código possui toda sabedoria, como o contido no nosso DNA.

E descobri recentemente, seguindo @geometriasagrada que a bandeira internacional do Planeta Terra possui esse mesmo símbolo desde 2015 … achei maravilhoso!

Essa consciência através da Arquitetura e do Design é uma forma de nos aproximar do Divino, vibrando o bem, o belo e a luz que tanto almejamos!

Desapega, você é seu Templo!

Tenho essa memória de 7 anos atrás, quando tive a oportunidade de conhecer Paris e esse monumento tão simbólico da religião católica e tão marcante no cenário da Arquitetura e do Urbanismo da cidade, a deslumbrante Catedral de Notre Dame. Vem um sentimento que essa memória é bem mais antiga, que tem raízes ancestrais, como se já tivesse participado de várias cerimonias importantes por ali, talvez por isso tenha me tocado tanto!

Trabalhando com energias, com a Terapia de ambientes e com a harmonização através dos 5 elementos, ou seja: Água, Madeira, Fogo, Terra e Metal questiono e tento entender esse desequilíbrio, que em forma de incêndio, trouxe a destruição, pra mim com muita sintonia com a carta Torre, do Tarô, questionando os velhos valores, para  o nascimentos dos novos.

Os elementais que cuidam da forma, demonstram o desequilíbrio através dessas catástrofes, muitas vezes choram por tantas emoções e medos contidos e através das águas geram enchentes e tsunamis. E o fogo simbolicamente e energeticamente está relacionada a oque? Intui, que no etérico estão as memórias  e sendo uma igreja, os pedidos de socorro, as suplicas que querem de qualquer maneira atingir os ouvidos de Deus, para que o milagre aconteça.

E ai novamente eu escuto, desapega … desapega, faz a sua reforma interior, se conecta com seu Eu Superior, com os Mestres de luz, com a Natureza, sem gurus, sem lideres espirituais, sem o teto dito sagrado … pode até quem sabe acender  aquele seu incenso … medita, decreta, ouve aquela música que eleva, cante mantras … você é seu Templo!

Responsabilidade Técnica

O CAU, Conselho de Arquitetura e Urbanismo disponibiliza o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) como “um instrumento de defesa da sociedade contra a má prática e a prática ilegal da Arquitetura e Urbanismo, assim como uma garantia da autoridade do profissional sobre o serviço para o qual foi contratado, e é o procedimento adequado para a constituição e comprovação do acervo técnico do arquiteto e urbanista.”

Nas obras que administro, que estão dentro dos padrões legais, o documento fica fixado nas paredes, como uma garantia para o contratante pela responsabilidade do serviço contratado.

Na intenção através do projeto à construção do mesmo, caminhamos juntos para a concretização do objeto sonhado!

Uma mulher realizadora!

Gostaria de exaltar aqui, através de um comunicado do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), mais um feito dela: A vereadora Marielle Franco, havia apresentado em dezembro do ano passado um projeto de lei para instituir na cidade um programa de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social. “Esta é uma demanda histórica dos movimentos sociais e de entidades ligadas ao campo da arquitetura e urbanismo diante da enorme população de baixa renda que necessita de projetos e obras para a melhoria da sua condição de moradia” (…)

O Projeto de Lei 627/2017 da Câmara Municipal do Rio de Janeiro prevê que o município do Rio de Janeiro poderá prestar às famílias com renda mensal de até três salários mínimos, que possuam um único imóvel e residam no Município há pelo menos três anos, Assistência Técnica Pública e Gratuita para Elaboração do projeto e a construção, reforma, ampliação e regularização fundiária de habitação de interesse social. Além de viabilizar o acesso à moradia, o projeto tem como objetivo qualificar o uso e o aproveitamento racional do espaço edificado e de seu entorno, formalizar o processo de edificação, reforma ou ampliação e regularização da habitação junto ao Poder Público e evitar a ocupação de áreas de risco. (…)

O projeto de lei sobre Assistência Técnica não foi a única ação da vereadora Marielle Franco em parceria com arquitetos e urbanistas. No dia 6 de março, Marielle participou da série de debates “Arquitetura: substantivo feminino”. O evento, promovido pelo CAU/RJ, discutiu, entre outros temas, a representatividade das mulheres na arquitetura e no urbanismo e a relação entre mulheres e cidade.

Mais do que uma vítima, Marielle, uma mulher realizadora!

Traço do arquiteto!

Adorei contemplar as intervenções urbanas que roubaram a cena movimentada de carros e pessoas da Av. Paulista, na sexta feira passada.

Uma, o grafite imenso e colorido do rosto do arquiteto Oscar Niemeyer feito pelo artista Eduardo Kobra e a outra, a fachada incrível de encaixes de madeira e cobogós, na Japan House, pelo arquiteto Kengo Kuma.

Coloquei “roubaram”a cena, no passado, mas essas duas intervenções, artística e arquitetônica continuam brilhando lá neste momento … é que no dia do clique da foto, uma outra intervenção especial acontecia … uma luz no céu, pelo traço do Divino arquiteto.

Crop Circles

“Crop Circles” são desenhos que aparecem em vários campos de trigo do mundo, da noite para o dia, em sua maioria mandalas, que, ao meu ver,  só podem ser feitas por “Seres” com tecnologia superior a nossa, com mestria na Geometria Sagrada.( Na ilustração, no centro, um Crop Circle que apareceu dia 23/06/2016, bem recente)

Qual será a intenção, a mensagem?

A intenção, talvez seja expandir luz, bem estar e transformações harmoniosas para o Planeta, já que além de suas formas perfeitas, aparecem sobre locais com potenciais intensos, através do melhor remanejamento de onde cruzam as linhas magnéticas da terra.

Eu, humildemente reverencio essa demonstração “deles”, acolho o aprendizado, sintonizo com a mensagem e me arrisco usufruir, usando em pequena escala, no design de um móvel em proporção áurea, utilizando uma forma como a Vesica Piscis em um projeto de Arquitetura ou utilizando a inspiração de alguns artistas, com seus móveis, objetos, mandalas e incorporando no Projeto de Interiores ou na Terapia de Ambientes.

Penso também que os objetos inspirados na Geometria Sagrada, se posicionados no que chamamos de Ponto Estrela, nos ensinamentos da Geobiologia (Allan Lopes), podem gerar um campo energético bem poderoso, expandindo a forma harmônica e trazendo benefícios ao entorno.

Cabe a nós, Arquitetos, Designers, Artistas, Geobiologistas, Radiestesistas estudarmos esses fenômenos e a Geometria Sagrada e incorporarmos em nossos projetos, fazendo o que entendermos ser o melhor para o momento, no Entusiasmo pelo ensinamento.

Gostaria de citar alguns designer e artistas que tem suas peças plasmadas nos meus projetos e compuseram, de alguma forma, essa ilustração do post. Por ordem alfabética: André Marx, João Paulo Raimundo, Kiki Stefani, Luiz Mestre Lou, Mariana Moura e Wania Rodriguês.

Outra Frequência!

Sonhei que fazia uma colcha de tricô e que cada lã colorida que era doada para mim compunha a trama com novos desenhos. Ao mesmo tempo observei essa colcha como a minha vida e com todas as redes de relacionamentos, as “lãs” que vão tecendo meu aprendizado, todos fazendo parte da minha história evolutiva.

Recebo uma lã de um menino de apenas 8 anos dizendo que é preciso mentalizar o que mentalizar …não tinha entendido a princípio mas entendo agora que é preciso ter consciência do que de fato queremos porque as vezes nos perdemos nos desejos, pela “urgência” do momento.

Outra lã veio de uma pessoa querida, de 22 anos e ela dizia se sentir controlada como uma máquina, presa num sistema existente  e que no seu coração vibrava o medo, chave de todos os males.

Estou processando ainda a lã que recebi de um amigo virtual, num texto que li através do facebook,  dizendo que é preciso fazer diferente, que é preciso sintonizar com uma nova freqüência, a “antena de rádio” onde não existe mais julgamentos, crenças limitantes, pensamentos de escassez, desconfiança … um lugar que já está disponível para acesso permanente.

“E se a gente descobre que existe essa influência de um outro mundo numa nova frequência e entende como é essa relação, a gente não precisa ficar sofrendo tentando saber quando a nossa vida vai ficar melhor, quando o dinheiro vai vir ou quando vamos encontrar quem queremos encontrar. A gente entende e se alinha com esse conhecimento.(…)Me faz entender melhor esse jogo que existe aqui. E me faz sentir que existe algo de muito bonito que pode ser criado. Esse algo bonito já existe. A gente só precisa se sintonizar…” ( Gustavo Tanaka)

E por “coincidência” apareceu uma nova doação de lã, que pretende arrematar a colcha, essa informação veio de uma pessoa muito especial, ele disse que existe uma chave e que é preciso mentalizar que através dela abre-se um portal para um novo mundo, para uma nova maneira de se pensar e agir e tudo o que parece distorcido assumirá uma forma harmônica, num passe de mágica, como vi ele demonstrar em apenas um movimento com as mãos.

Eu sonhei de fato com a colcha, mas os relatos das pessoas  que associei  com as lãs do sonho  são reais, atuais e sincrônicos, mas lógico que quando escrevo aqui e me conecto com o automatismo coletivo,  vai se esvaindo, parecendo que  tudo não passou de uma ilusão … de um sonho!