Arquiteta e Designer de Interiores

Como separar a função de arquiteto do designer de interiores?

É função do arquiteto projetar um espaço ou reformar mas pelo olhar integral, que quer ver a casa funcionando como um corpo sadio, bonito e harmonioso, de fora pra dentro e de dentro pra fora, ganhamos a função também de designer de interiores, extraindo todos os recursos que o espaço oferece, através do design, na melhor forma de compatibilizar o externo com interno.

Utilizar a luz natural por exemplo, através da melhor projeção da janela e das aberturas e em paralelo utilizar da luz artificial, a melhor projeção da função de iluminar e de criar efeitos.

Criar efeitos?

De luz mas também de cor, de jardim, de um ângulo, de uma forma, de um layout, de acabamentos, de vestimenta através da decoração, de um símbolo e suas intenções, da proporção de um móvel, de um objeto …de possibilitar que a vida pulse através do bem, do belo e do melhor que podemos oferecer através do nosso conhecimento.

E aí esse texto surgiu porque hoje é o dia do Designer de Interiores e como Arquiteta também me sinto homenageada nesse dia.

Que tal dar vida nova?

Ele pode ser apenas uma passagem, um corredor de serviço ou podemos dar vida a ele, criando áreas permeáveis de jardim num desenho sinuoso …

…podemos fazer um peitoril mais largo na janela da cozinha para horta em vasinhos …

…criar um pergolado onde possa subir uma primavera com flores cor de rosa para descansar numa rede sob ela…

…criar um muro verde pra ter mais privacidade do vizinho …

e quem sabe a possibilidade de se refrescar numa banheira ao ar livre sob a cobertura de telhado existente, podendo fazer toda diferença nesse calor!

Bom, por enquanto estamos em projeto, mas não resisti, quis mostrar por aqui!

Criando cenários!

Você cria cenários na sua casa?
Falo do resultado que a vibração da composição de objetos com cores e luzes pode favorecer na criação de um clima, bem como a soma dos elementos que instigue o sensorial além do visual, ou seja, a música, o aroma, a intenção e o próprio movimento que a natureza proporciona na cena, seja através do vento batendo nas folhas das árvores lá fora, do cantar dos pássaros, do fogo na vela, na lareira, na água da fonte.
É uma delícia propor algo que facilite vivenciar o ser e estar, no momento presente, no aqui e no agora!

Na harmonia com os 5 elementos!

Para medicina chinesa existem cinco elementos que respeitam uma ordem de fluidez, podendo facilitar mais saúde e harmonia.
O elemento ÁGUA alimenta a Madeira que por sua vez gera o FOGO que cria a TERRA, que por sua vez gera o METAL que conduz a ÁGUA num ciclo criativo.
☯️
No ciclo destrutivo a ÁGUA apaga FOGO que derrete o METAL, que corta a MADEIRA, que suga a TERRA, que absorve a ÁGUA. Tendo consciência que cada elemento rege um determinado órgão, estação, sentimento e guá, é importante que exista equilíbrio nas nossas casas através desse princípio e o Feng Shui atua exatamente nisso.
Uma das minhas formas de estar em harmonia, além da meditação, é “vestindo” a camisa do Tao, nas práticas do Taichi, eventualmente nas orientações do oráculo I Ching, servindo e usufruindo com a terapia da casa baseado nos conceitos do Feng Shui e na Acupuntura, na Radiestesia Genética..
☯️
E você, como busca a harmonia na sua vida, principalmente quando surgem adversidades?

Ressignificar … que tal?

Estar mais em casa te convida a ressignifica -la ?
Se você ainda não fez, pode ser a hora de arrumar armários e gavetas “destralhando”, ou seja direcionando o que não serve mais, com a opção de doar, vender ou reciclar, quem sabe dando uma nova função e colocando em uso a energia parada.
Quando você faz esse trabalho, você também organiza e gera mais espaço físico e consequentemente mental, já que a casa te espelha.
Talvez seja a hora de arrumar a mesa com aquela louça e toalha guardada para ocasiões festivas e se presentear todos as refeições de maneira única e especial, levando mais beleza pra casa e pra vida.
Pode ser a hora de acender o fogo com a chegada do friozinho e quem sabe meditar observando a chama e as formas que aparecem e se você não tem uma lareira, essa da foto é uma idéia de um projeto que executamos, dando novo uso a um vaso existente e adaptando um tampo de pedra para o encaixe da lareira ecológica no centro, que também serve de mesinha.
Ah …tem tantas coisas que podem ser reaproveitadas, recicladas e que já estão aí, pertinho de você e que podem deixar sua casa diferenciada, ressignificando objetos e consequentemente a vida!

Recarregar as energias!

Fizemos esse projeto em Jundiaí para atender a família que há um tempo resolveu sair de São Paulo para morar em meio a natureza, mesmo tendo que 2 vezes por semana encarar a estrada, por conta de trabalhos em “Sampa”. Eu particularmente gosto da idéia de trabalhar em São Paulo e recarregar as energias fora, de preferência em alguma montanha de Minas Gerais, pensando no final de semana começando na sexta, assim tenho 3 dias pra respirar ar puro e me conectar com tudo que a natureza proporciona! Já realizei esse sonho um dia, tive uma casinha em Gonçalves que atendia bem essa necessidade e quero concretizar novamente esse sonho!

E você, também tem algum sonho parecido?

Cristo meu guia quem me conduz!

Pra não perder o ritmo dos posts profissionais que faço as terças feiras, deixo aqui registrado através das fotos, alguns toques de revestimento de móveis/parede, paisagismo e manutenção de civil que fizemos nesse apartamento de 60 m2 e que finalizamos hoje.

Aproveito esse post para deixar um Feliz Natal pra todos com essa canção que canto e me encanto e que cantamos em alguns eventos no final desse ano!

“Oh chama trina fogo de luz

Cristo meu guia quem me conduz

Pela beleza e leveza do amor e compaixão

Doze pétalas de rosa que florescem o coração.” (André Meneguetti)

Dia do arquiteto

Dia 15 de dezembro foi dia do Arquiteto, era domingo e eu estava meio desconectada dessa função, apesar dela compor o tempo todo com os outros papéis.

Ter escolhido Arquitetura como formação foi a melhor opção que fiz porque estudei ferramentas para expressar minha criatividade através dos espaços e ela ainda permite uma gama de outras opções que contaram no currículo como historia da arte, estrutura, urbanismo e etc, possibilitando além de atividades que não me aprofundei muito como as citadas, poder trabalhar com que me identifico mais, ou seja, arte, design, decoração, terapia de ambientes (feng shui, radiestesia, geobiologia) compondo com qualidades relacionadas a beleza, harmonia, salubridade, conforto e bem viver.

Eternamente grata ao talento unido a formação e ao propósito nessa vida!

Integrar com o recuo lateral

Utilizar o recuo lateral de uma casa pode ser muito útil quando necessitamos de mais m2.

No caso dessa joalheria, como não é possível construir no recuo, criamos um pergolado com cobertura de vidro e para integrar com o interno deixamos que a viga de metal fizesse parte do contexto interno da casa, compondo, com a necessidade da cliente, de um gaveteiro para expor produtos, através do design do móvel. Outra forma de integrar foi alinhar o piso e utilizar o mesmo revestimento.

Gostaria de dedicar esse post a Anne Bize (em memória) pelo lindos trabalhos e forma amorosa que sempre serviu … neste caso o muro verde que formou um portal com o espelho que propusemos.

O Spa da Françoise!

Adoro transformar espaços!

Acredito que eles, quando bem projetados, podem favorecer a vida e possibilitar novas maneiras de se relacionar, inclusive consigo mesmo.

Na foto mostra o Antes de um banheiro grande com quase 1/3 dele ocupado por uma banheira sem uso, com um visual pesado, não atendendo mais as funções de organização.

A Proposta nova, seguindo o desejo da cliente, tem uma “penteadeira” com apetrechos e acessórios para produção visual, um lugar prático, mais “a mão”, para guardar os utensílios (perfume, cremes, remédios) que normalmente ficam na bancada sem precisar abaixar ou se erguer muito, local para acomodar as toalhas do casal, poder sentar confortavelmente para se enxugar e trocar de roupa.

Mas o algo a mais que senti  no briefing com a cliente tinha a ver com contemplação, que foi favorecido em Projeto,  pela janela maior, jardim e revestimentos.

Aqui no escritório, Eu e a Mariana, apelidamos o novo espaço como o Spa da Françoise e ela amou … agora  “bora” materializar!