Arquiteta e Designer de Interiores

Como separar a função de arquiteto do designer de interiores?

É função do arquiteto projetar um espaço ou reformar mas pelo olhar integral, que quer ver a casa funcionando como um corpo sadio, bonito e harmonioso, de fora pra dentro e de dentro pra fora, ganhamos a função também de designer de interiores, extraindo todos os recursos que o espaço oferece, através do design, na melhor forma de compatibilizar o externo com interno.

Utilizar a luz natural por exemplo, através da melhor projeção da janela e das aberturas e em paralelo utilizar da luz artificial, a melhor projeção da função de iluminar e de criar efeitos.

Criar efeitos?

De luz mas também de cor, de jardim, de um ângulo, de uma forma, de um layout, de acabamentos, de vestimenta através da decoração, de um símbolo e suas intenções, da proporção de um móvel, de um objeto …de possibilitar que a vida pulse através do bem, do belo e do melhor que podemos oferecer através do nosso conhecimento.

E aí esse texto surgiu porque hoje é o dia do Designer de Interiores e como Arquiteta também me sinto homenageada nesse dia.

Que tal dar vida nova?

Ele pode ser apenas uma passagem, um corredor de serviço ou podemos dar vida a ele, criando áreas permeáveis de jardim num desenho sinuoso …

…podemos fazer um peitoril mais largo na janela da cozinha para horta em vasinhos …

…criar um pergolado onde possa subir uma primavera com flores cor de rosa para descansar numa rede sob ela…

…criar um muro verde pra ter mais privacidade do vizinho …

e quem sabe a possibilidade de se refrescar numa banheira ao ar livre sob a cobertura de telhado existente, podendo fazer toda diferença nesse calor!

Bom, por enquanto estamos em projeto, mas não resisti, quis mostrar por aqui!

Reforma, nova forma, nova vida …

Reforma, nova forma, nova vida, nova história!

Eu acredito no projeto como uma primeira ferramenta para realização do sonho.
Os elementais que cuidam do espaço a ser reformado, recebem a informação de que algo precisa mudar e se não houver resistência, a transmutação acontece.

Caso a concretização não aconteça, é certo que um passo foi dado, mesmo que no plano etérico!

Na certeza de que… tudo que queremos ver transformado no macro começa aqui, no treino com o micro.

…imitando o criador

Gosto da ideia da simetria nos meus projetos e brinco de imitar o criador através desse equilíbrio, tendo como referência a Geometria Sagrada, até mesmo quando o terreno desafia, por conta da inclinação.

Nessa ilustração de uma foto aquarelada, a porta pivotante da entrada está aberta para impactar quem por ela entrar, mostrando o céu emoldurado por uma esquadria circular, uma mandala natural, posicionada bem no centro da casa, buscando o infinito azul.

Vocação

Minha vocação! …é o que esta escrito na fita vermelha e que expande ao vento, espalhando a benção!
Essa  inclinação natural que direciona alguém para uma profissão específica, nem sempre é tão fácil de identificar para algumas pessoas.
No trabalho de harmonização oriental da casa,  baseado no Feng Shui e no equilíbrio dos 5 elementos, dá para facilitar esse processo tão necessário, na identificação do talento aliado ao propósito para satisfação pessoal e consequente prosperidade.
Como a agulha da acupuntura para o corpo, intensificar a área do elemento água, no local certo da CASA, ajudará nessa cura. Pode ser representado por uma fonte, quadro de mar, lago …  a cor azul ou preta, a forma orgânica ou ondulada e outros símbolos mais.
Harmonizar a CASA é também harmonizar o SER que nela habita e nesse cuidado com o micro, consequentemente atuará no macro, no PLANETA.
Essa é uma das minhas atuações nesse mundo, minha vocação!
Qual é a sua? O que te deixa tão feliz ao realizar, que além de ser bom pra você, é uma contribuição para o outro e para o todo?

Sequência Fibonacci

No quarto do Miguel que estamos projetando, desenhei na lousa a sequência de Fibonacci.
Nessa sequência numérica cada número seguinte é a soma dos dois anteriores .
A proporção áurea é o resultado dessa sequência numérica (1,618) e podemos encontrar nas formas da natureza, nas copas das árvores, nas folhas, nas flores, no ser humano ( rosto, corpo, mão) e em muitas manifestações de vida.
Essa é a formula da criação Divina e está disponível para que possamos utilizar e quem sabe as crianças, desse novo momento, possam aprender de forma lúdica!
Se somos imagem e semelhança dele, porque não aproveitar a sintonia e imitá- lo em nossas criações, na busca da harmonia, da beleza e da perfeição?!

Na beleza, na leveza … na arte!

Uma linha vertical encontra com uma linha horizontal e se fundem num ponto, uma se veste de canga a outra se veste de tapete, juntas convidam almofadas, garrafas, aproveitam o verde do jardim de fundo e montam um cenário.

E assim, na simplicidade, pode ser a vida, na beleza, na leveza … fazendo da intenção de um canto, um bom motivo pra criar, para fazer arte!

Jogo de 1 erro!

Essa da ilustração é uma imagem do quarto que estamos projetando para o Gabriel, de 14 anos. No Layout está a cama dele que encostamos em um painel na parede, que com almofadas diversas dão um ar de sofá. Desenhamos um armário com portas de correr e nicho lateral para livros e bancada para estudos com painel para tv e prateleira superior.

Brincando do “Jogo dos 7 erros” ou melhor do “Jogo de 1 erro”, quem advinha o engano da imagem?

???????

Ah … acredito que dificilmente um menino de 14 anos se interessaria pelo filme que está passando na tv dele agora!

Mas eu adorei, por isso quis deixar registrado aqui essa dica de filme “Maudie, sua vida e sua arte”. Lindo, sensível … uma historia baseada em fatos reais, de arte,  de superação, de construção de relacionamento, bem como a reconstrução de uma masculinidade distorcida, através do amor.

Renovar!!!

Quando a ideia é vender ou alugar, que tal oferecer para quem chega, o novo, mesmo que básico?
O novo pode ser por meio de pintura, consertos, manutenções, troca de espelho de tomada e luz, troca de maçaneta para algo mais atual.
Além de valorizar o imóvel, passa uma sensação de recomeçar do zero, sem marcas da vida de quem viveu por ali, mesmo que tenha deixado uma boa energia.
Estamos reformando um apartamento para esse fim e na cozinha vamos atuar mais intensamente, renovando os acabamentos e armários.
Fica aqui  o Depois da cozinha, em projeto, na certeza de que … tudo que queremos ver transformado no macro começa aqui, no micro.

Espaço multifuncional e seus cuidados!

O quarto, para muitos e principalmente por conta da pandemia, transformou-se em espaço multifuncional, ou seja, para o descanso, trabalho e lazer.
É preciso tomar certos cuidados, para que a saúde não seja afetada, por conta dessa mistura.
É importante que esteja bem ventilado e que tenha a presença da iluminação natural, para pontuar o ciclo das 24 horas, percebendo o amanhecer, o entardecer e o anoitecer, equilibrando nossa ciclo biológico.
Para que se possa descansar e ter uma boa noite de sono, o wi-fi deve ser desligado e o celular, se ligado durante a noite, deve ficar a uma distância mínima de 1,50 m da pessoa ou, de preferência, fora do quarto, por conta das radiações eletromagnéticas e os aparelhos eletrônicos desligados, sem nenhuma luzinha, já que ela pode influenciar e inibir a produção da melatonina, hormônio que avisa o cérebro que já é a hora de dormir.
Uma outra dica para o espaço do quarto é fazer uso de um vaso com planta, como fizemos nesse projeto. Embora exista um mito que diz que as plantas podem ser prejudiciais porque emitem gás carbônico a noite, sabemos que pelo contrário, segundo a Nasa, algumas plantas favorecem muito a saúde, podendo absorver as toxinas do ambiente, melhorando a qualidade do ar, além de deixa – lo mais bonito.