No fragmento, a floresta!

E assim, no solo, as pedrinhas, para descarregar descalço!

Na cerca natural de bambu, o acolhimento com privacidade.

Nas plantas, o frescor e a beleza, purificando as toxinas.

A conversa boa a dois …

A água da fonte gotejando pra lá de rio, cachoeira!

Pássaros vieram beijar a doçura do amor!

E num lampejo de conversa boa, de sons, cores e aromas,

aquele pedacinho de jardim conectou com as bençãos da floresta toda!

Rever essa varanda, inspirou!

Assim como é em cima … é embaixo!

Nós curtimos fazer essa composição proporcionada pela cerâmica Eclypse da Castelatto com o objetivo de simbolizar a linguagem da expansão, atraves das diversas esferas.

É interessante visualizar que uma peça única dessa cerâmica, um fractal, colocada nessa parede não seria nada se não houvessem outras peças semelhantes para compor o desenho e consequentemente o painel, em Unidade.

E a mandala/relógio iluminada cria um ponto de convergência, destaca, irradia e gera mais “vida qualificada” para o todo …  como o sol, como a lua, como o Divino!

E assim é na vida, quando em consciência !

A imagem é do detalhe de uma parede de uma das Salas da FGV que projetamos para o Banco Daycoval.

Chega de fazer Concessão!

Você já passou por alguma situação onde poderia ter feito diferente mas acabou fazendo concessão a sua vontade e optou por ficar na mesmice por conformismo, medo ou preguiça?

A opção pode estar relacionado a política, em ter votado em alguém que não queria por falta de escolha, num relacionamento que te faz mal, permanecer num trabalho que não faz você vibrar ao servir o outro ou ainda … não estar mais satisfeito com a cara da sua casa.

Se esse último for o seu caso, vamos conversar porque nasci para transformar Espaços!