Terapia de Ambientes

A casa fala! Ela diz algo quando está com uma rachadura, quando algo não funciona, quando está em curto, quando acontece um vazamento ou um entupimento e isso não é só do ponto de vista físico, mas do ponto de vista metafisico também!

No Feng Shui, dependendo do lugar da casa onde essas manifestações acontecem, podemos fazer um diagnóstico e analisar que área da sua vida está precisando de cuidados (Trabalho, Espiritualidade, Família, Prosperidade, Realizações, Relacionamento, Saúde, Filhos, Amigos) e como podemos harmonizar tal área.

O nome Terapia de Ambientes surgiu em função disso e o “tratamento” parte do princípio que além da manutenção dos espaços, ou seja, limpeza, organização e funcionamento das coisas, existem também o equilíbrio dos elementos água, madeira, fogo, terra e metal, que são representados numa casa pelo próprio elemento, por cores e por símbolos.

Cores, aromas, texturas, plantas, flores, som e símbolos dizem muito, expandem seu potencial intrínseco e criam uma atmosfera no lar, podendo levar bons fluidos e quando estão em sintonia com o propósito dos moradores, o bem viver!

Uma mulher realizadora!

Gostaria de exaltar aqui, através de um comunicado do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), mais um feito dela: A vereadora Marielle Franco, havia apresentado em dezembro do ano passado um projeto de lei para instituir na cidade um programa de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social. “Esta é uma demanda histórica dos movimentos sociais e de entidades ligadas ao campo da arquitetura e urbanismo diante da enorme população de baixa renda que necessita de projetos e obras para a melhoria da sua condição de moradia” (…)

O Projeto de Lei 627/2017 da Câmara Municipal do Rio de Janeiro prevê que o município do Rio de Janeiro poderá prestar às famílias com renda mensal de até três salários mínimos, que possuam um único imóvel e residam no Município há pelo menos três anos, Assistência Técnica Pública e Gratuita para Elaboração do projeto e a construção, reforma, ampliação e regularização fundiária de habitação de interesse social. Além de viabilizar o acesso à moradia, o projeto tem como objetivo qualificar o uso e o aproveitamento racional do espaço edificado e de seu entorno, formalizar o processo de edificação, reforma ou ampliação e regularização da habitação junto ao Poder Público e evitar a ocupação de áreas de risco. (…)

O projeto de lei sobre Assistência Técnica não foi a única ação da vereadora Marielle Franco em parceria com arquitetos e urbanistas. No dia 6 de março, Marielle participou da série de debates “Arquitetura: substantivo feminino”. O evento, promovido pelo CAU/RJ, discutiu, entre outros temas, a representatividade das mulheres na arquitetura e no urbanismo e a relação entre mulheres e cidade.

Mais do que uma vítima, Marielle, uma mulher realizadora!

A solução está nas coisas simples …

Em abril do ano passado, na feira Expo Arquitetura Sustentável, conheci a Drag’Eau que trabalha com um estruturador molecular de água, que faz com que ela encontre sua forma cristalina, sem química. Na época a tecnologia estava voltada mais para o setor industrial.

Recebi um e mail, na semana passada, do José Antônio Teixeira Alves, diretor e responsável pelo método e achei interessante compartilhar com vocês:“Lembra de nosso estruturador molecular de água? Que utiliza Vórtices e energias de minerais? Veja em anexo, o que nosso sistema conseguiu fazer, em apenas 20 dias, onde reverteu um quadro severo de corrosão num circuito de água quente da construtora Gafisa. Como dizia Schauberger, a solução está nas coisas simples…..”

O Edifício Follow, situado à Rua Dr. Paschoal Imperatriz, 105 – Vila Gertrudes, São Paulo, possui um circuito fechado de água quente, que se destina ao aquecimento das águas de uso geral dos 277 apartamentos. Com pouco mais de um ano de uso, este circuito apresentava um estado avanço de corrosão, que era percebido pela coloração muito escura da água e as constantes intervenções de manutenção e substituição precoce de alguns componentes do sistema.Tecnologia empregada no tratamento do circuito: foi adotado um método físico de restruturação molecular de água, denominado DS-Plus, que utiliza vórtices internos associados a ressonâncias de baixa intensidade. Ao encontrar a estrutura molecular adequada, a água promove a reversão do quadro corrosivo, tornando-se cristalina. Os carbonatos também são impedidos de precipitarem eliminando o risco de incrustações.

A solução está nas coisas simples … nesse caso, falando de maneira bem simplificada, uma peça com design baseado na geometria sagrada, onde a água muda sua configuração ao passar, por essa engrenagem, em alta velocidade, criando um vórtice.

Por que tudo o que queremos ver transformado no macro, começa aqui, no micro!

O ” Como” não é da nossa alçada!

Hoje, selecionando umas fotos de Sala pequena, solicitada para uma revista, me deparei com essa foto e com a mensagem que passava na TV no momento do clique :“O Universo é maior”!

Tinha acabado de atender uma cliente, onde passamos por essa ideia também, quando ela afirmava querer algo, que já tinha pensado em todas as formas sem êxito e chegamos na compreensão de que no campo da “potencialidade pura” já esta tudo intencionado, com forma, cor, emoção, mas que o “Como?” não é da nossa alçada, assim como diz o pesquisador  Hélio Couto quando explana sobre esse mesmo tema em sintonia com a Física Quântica.

Ele diz: O Como é o Universo que provê. Nós só temos de entrar pela porta que se abre assim que pensamos ou desejamos.

Lembrei  também de uma frase do Deepak Chopra, quando a  intenção é melhores condições  financeiras: O Sábio jamais corre atrás do dinheiro, apenas manifesta ou  irradia o Dom e o Universo inteiro conspirará a seu favor.

É assim, lembrei ainda de outra frase, essa do cantor e compositor Beto Guedes : A lição sabemos de cor, só nos resta apreender!