Na cumplicidade e no amor!

Delicia poder participar da vida de um casal (através do projeto) que preza pelo amor, amizade, cumplicidade, que começam a vida juntas  somando potenciais e dons  diferentes, porém olhando na mesma direção na elaboração de planos, sem disputa de egos, pelo contrário, com respeito e companheirismo.

Sou grata por compartilhar o meu talento, nesse momento, na harmonia, na funcionalidade e na beleza do lar, promovendo o viver bem nos primeiros passos dessa união.

Mude!

“Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca! Se o achar, segure-o!”

Eu adoro os poemas de Fernando Pessoa, esse chama-se “Mude”, eu também adoro mudar, transformar os Espaços … esse é o meu propósito porque acredito que a harmonia que queremos ver no macro, começa no micro.

Garimpar no Embu das Artes

Quando harmonizamos o Projeto de Design de Interiores com peças de design e valorizamos também algumas peças e adornos do artesanato brasileiro com suas cores, simbologia e materiais, a combinação fica perfeita.

Gosto de fazer essa composição nos meus trabalhos por isso “garimpei”, em forma de arquivo de imagens, algumas peças que me chamaram mais atenção na feirinha do Embu das Artes nesse final de semana.

Na ilustração destaco algumas delas!

Só se for agora!

Ficamos postergando … postergando … postergando … que tal aproveitar o impulso dos primeiros dias de 2017 e agir agora?

Se a ação estiver ligada a sua casa, ao seu espaço, talvez não precise derrubar as paredes, mas se precisar e ela estiver impedindo a fluidez, porque não criar coragem?

Fizemos isso na casa de um casal que pretendia mudar de moradia porque já não sentiam a vida pulsar ali por conta dos espaços limitados, apesar de gostarem da parte superior da casa, do bairro, da vizinhança e do comercio local. Eu entrei na história quando resolveram permanecer lá e fiquei com a responsabilidade de transformar o espaço, ampliando- o, porém sem aumento da área construída.

Eles são muito gratos pelo espaço que nasceu através da nossa atuação e satisfeitos com a decisão deles, de fazer acontecer e dar novo estímulo para vida, pelo novo layout que proporciona  mais integração e mais momentos de celebração.

Só se for agora!