A pulsação e integração de Moray

Há uns 10 meses fiz um trabalho de aprofundamento com a facilitadora Sirlene Silva Gonçalves da Academia Terapêutica Pase e através da sua condução pude visualizar um dos processos da minha vida e no final dessa meditação induzida, círculos concêntricos fizeram –se presentes num movimento de expansão e retração, onde eu fazia parte do centro dessa mandala, num resgate ancestral, na integração do lado masculino e feminino existente em cada um de nós, da dualidade para unidade.

Sincronicamente, no começo desse ano, recebi um convite da bióloga e fotografa Eliza Carneiro para uma viagem à Machu Picchu e quando fui pesquisar sobre os sítios arqueológicos inclusos no pacote, para minha surpresa estava a foto das Ruínas de Moray, exatamente como havia visualizado no trabalho de aprofundamento.

Tive a oportunidade de conhecer essa maravilha pessoalmente com a linda condução do guia místico Victor Peralta Gonzales que explanou ter esse desenho espiral como principal função de um centro agrícola, adaptando cada variedade  de planta à um patamar levando em conta a necessidade de cada espécie à luz, altura, umidade, além da polinização da flores, gerando variedades.

Além de um centro agrícola Inca, sua configuração proporciona acústica para mantralização e os círculos concêntricos possibilitam um movimento de entrada e saída, de dar e receber, de abrir e fechar, características para trabalhar a integração dos pólos opostos, confirmando minha experiência vivenciada anteriormente com relação à potencialidade do local.

Eternamente grata a esses presentes da vida que não tem como não compartilhar!

Renascer

Todos os dias temos oportunidade de renovar e renascer para uma nova consciência, liberando crenças, preconceitos, julgamentos, ego e nascendo para valores relacionados à nossa essência Divina.

A oportunidade de renovação fica mais acelerada nesses dias com a simbologia da Páscoa nos impulsionando para mais um degrau, no sentindo ascensional.

Nesse  último final de semana pude abastecer-me de energia nas montanhas de Gonçalves, em Minas Gerais e em meio à natureza, a Capela inserida nesse contexto vibrava e vibra  um cenário de extrema beleza, delicadeza e paz, com suas luzes filtradas pelos vitrais, seus desenhos, o bebê Jesus …  despertando em mim  a gratidão pela constante oportunidade de renascer.

Mudanças

Da linha  … eles falam de mudanças através de palavras elaboradas, eu gosto de falar através de imagens … , selecionei uma foto do Antes e Depois de um Projeto recente que fizemos e um poema de Clarice Lispector com o tema Mudanças.

” Mude, mas comece devagar,
porque a direção é mais importante que a
velocidade.

Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas,
calmamente, observando com
atenção os lugares por onde você passa.

Tome outros ônibus.

Mude por uns tempos o estilo das roupas.

Dê os seus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia,
ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.

Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama…
Depois, procure dormir em outras camas
Assista a outros programas de tv,
compre outros jornais… leia outros livros.

Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.

Corrija a postura.

Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores, novas delícias.

Tente o novo todo dia.
O novo lado, o novo método, o novo sabor,
o novo jeito, o novo prazer, o novo amor.

A nova vida.

Tente.

Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.

Almoce em outros locais,
vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida,
compre pão em outra padaria.

Almoce mais cedo,
jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado… outra marca de sabonete,
outro creme dental…
Tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.

Ame muito,
cada vez mais,
de modos diferentes.

Troque de bolsa, de carteira, de malas,
troque de carro, compre novos
óculos, escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios,
quebre delicadamente
esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco.

Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros,
outros teatros, visite novos museus.

Mude.

Lembre-se de que a Vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um outro emprego,
uma nova ocupação,
um trabalho mais light, mais prazeroso,
mais digno, mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.

Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa, se possível sem destino.

Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já
conhecidas, mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança,
o movimento, o dinamismo, a energia.

Só o que está morto não muda !

Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco,
sem o qual a vida não vale a pena !!
!”

Livro de Ouro

” Todo aquele que, especialmente o discípulo, tenha experimentado desarmonia ou limitações na mente, no lar ou em seu mundo, pode, por meio de um esforço persistente, porém isento de tensão, conservar seu lar limpo de tudo que seja indesejável, mantendo-se com determinação na afirmação seguinte : EU SOU a Presença Governante dirigindo na Perfeita Ordem Divina, comandando a Harmonia, a Felicidade e a Presença da opulência de Deus em minha vida, minha mente, meu lar e meu mundo. (…)Não desanimais se não sentirdes a manifestação imediata desta harmonia que desejais, mas prossegui sentindo a Presença Conquistadora ” EU SOU”. Não vedes que quando estais nesta Consciência somente atua a Presença da qual estais consciente ? Qualquer outra atividade do externo, que seja indesejável, é apenas uma atividade deturpada dessa Poderosa energia. (…) Precisais apenas sentir esse poder sustentador, revelado ou não na aparência, até que encontrais a Perfeição manifestada em vossa mente, lar e em vosso mundo. “

Trecho de O Livro de Ouro de Saint Germain – Ponte para a Liberdade