Vestida para brilhar !

Com pé direito de 5,50m este flat que estamos decorando conquista pela vista privilegiada e pela integração dos ambientes sociais com a cozinha gourmet.

Um detalhe importante para que ele também seja acolhedor é vestir as altas paredes com elementos que possam dar Leveza e ao mesmo tempo Presença, como este painel ( vide ilustração) de tecido resinado com recortes formando mandalas. Esta linda peça que lembra uma renda receberá  iluminação por trás em todo contorno, criando um efeito mágico quando a luz transpassar os vazados e expandir os Discos solares por todo espaço …

… Harmonia … Beleza … Leveza  e …  Harmonia !!!

 Optamos pela cor preto como fundo para destacar a peça, esconder o nicho de apoio e  iluminação e intensificar o guá dos amigos. 

”  Na luz de tudo que é, vislumbramos o chamado de nossa Presença que só aguardava nosso olhar desperto. “

Desenho à mão livre

Nostalgia … essa é a palavra quando lembro dos meus desenhos à mão livre, bem como da  forma de apresentação do projeto. Mão livre, mas livre também da ditadura do computador ! Os traços tomavam forma lentamente, assim como o espaço nascia e transformava aquele papel em vida, em arte !

A tecnologia aconteceu e sou grata pela nova ( há uns dois anos uso o 3 D ) ferramenta que disponho agora, resultado mais real, dinâmico e de fácil entendimento para o cliente.

O desenho tradicional continua sendo de grande importância … ontem mesmo estava numa obra, livre do computador, soltando o traço para ilustrar para cliente como será o resultado daquele determinado espaço … e muitas vezes … com o próprio tijolo, desenhamos in locum, para melhor entendimento do construtor.

no images were found

O encaixe perfeito

         A casa pré fabricada situada em um terreno no interior de São Paulo, com uma linda vista de floresta preservada, ficou pequena para compartilhar momentos de descanso e lazer com a família e amigos.

Fomos contratados então para criação de um novo espaço e o briefing dizia :

” … Lá o clima muda muito !  … sol, chuva , calor , frio !! … e gostaríamos de�
um lugar bem versátil , mas aconchegante, por isso a lareira e o sofá,�
fechando com porta de correr. Mas precisa de varanda para o  calor/�
chuva  e o deck ou pedra Sao Tomé??  … pra tomar sol !…
Nós pensamos em uma sala quiosque de uns 60 m2 com churrasqueira, 1 forno�
de pizza, 1 fogao industrial talvez??? ( para panelas grandes), 1�
maquina de lavar louça, 1 geladeira com freezer, uma mesa e sofá para�
6 a 8 lugares mais ou menos e lareira . O banheiro pensamos fora, conectado, no deck talvez, só�
pra ter mais privacidade! … Se der para projetar um piso em baixo ( de uns 30 m2 ), o que não é�
prioridade, mas  aproveitando o terreno ingrime, gostariamos de�
colocar uma mesa de ping pong ( desmontavel), um sofa/televisão e�
seria legal mais um banheiro acho…?? “

No projeto, a edificação acomodou-se no terreno, possibilitando através do declive,uma sala multiuso no nível inferior, com tv, banheiro, sauna e ofurô com vista privilegiada, além do pedido dos clientes. Criamos também uma piscina com ” fundo infinito “, que só é possível quando o terreno conta com essa configuração e  como consequência deste efeito, localizamos uma raia de 12,50 m, em um nível inferior, que recebe água como uma cachoeira da piscina superior.

O projeto fluiu de uma maneira harmonioza e  acreditamos que a implantação deste novo espaço teve a aceitação da natureza, como um encaixe perfeito da edificação com o terreno.

O lobo que alimentamos !

 

Lembrei de uma história que fala sobre os lobos que vivem dentro de nós. Adaptando à minha linguagem, existe o lobo bom … que se alimenta de harmonia… que se conecta com coisas e pessoas do bem … que tem sempre um sorriso no rosto … que é generoso … otimista e em contraposição existe o lobo do mal, que adora se envolver fisica e emocionalmente com oque não é luz … que procura notícias de desgraça para acreditar que o mundo realmente esta perdido … que julga o defeito do outro para se sobressair, escondendo o próprio … o cara fechada … o pessimista ! Às vezes é difícil conviver com estes dois lobos morando dentro de nós, pois os dois tentam dominar a nossa alma, a nossa vida … e a pergunta é  – Quem ganha essa disputa ? …

 O lobo que alimentamos !!!

Porisso devemos procurar sintonia com o bem, com o belo e com a luz ! Além de nossa postura com o bem, podemos utilizar o nosso talento e dar vazão ao ser brilhante que reside dentro de cada um de nós… seja através da música, da culinária, da poesia, da arte, como fez, por exemplo, o artista chinês Don Mak , com seus quadrinhos que deixam mensagens de solidariedade e amor.

no images were found

Cores sem discriminação

No briefing, o casal formado por nutricionista e fotógrafo desejam aproveitar a vista da varanda para um bosque e integrá-la à sala.É um privilégio em São Paulo estar envolvido por tanto verde, que além de filtrar os raios solares e a visão dos vizinhos, contam com o cantarolar dos pássaros que vivem no ambiente. Como um outro pedido deles foi o uso de cores e a harmonização baseada no conceito do feng shui, já tivemos a oportunidade de contar com a varanda bem localizada, já que no baguá ( mapa do feng-shui), a área da familia, do elemento madeira e da cor VERDE caem nesta área.

Outra facilidade em termos de layout e feng shui é a localização da cozinha que integramos à sala e que cai em parte na área da criatividade ou seja, elemento metal ( eletrodomésticos, cuba, torneira ) e a cor BRANCA.

Na área do trabalho cujo elemento é a água, adesivamos uma das belas fotos tiradas pelo proprietário, de um golfinho em suas peripécias na água e intensificamos ainda mais com a cor AZUL nas poltronas e almofadas.

Para representar o elemento fogo, as esculturas de salamandras dos clientes ocupam agora lugar de destaque, além de intensificarmos o guá com uma lareira e pincelar as paredes com a cor VERMELHA.

Para representar o elemento terra, revestimos uma parede com tijolinho, que além de abrigar a lareira, em sua extensão, também tem a função de galeria para expor quadros de fotografia do cliente, além de termos também belas imagens clicadas por ele, num sistema com movimentos, na tv de plasma de 42″ , fixada num painel de madeira de demolição.

… e falando de COR e da simpatia desses meus clientes com o Budismo, fico à vontade para postar um trecho de um texto do Mestre Thick Nanh Hanh em uma de suas inspirações sobre cor e discriminação :

” Uma cor é composta por outras cores. Ao olhar profundamente para uma cor, você vê todas as outras cores nela. A cor branca é feita de elementos não-brancos; é um fato científico. A cor marrom é feita de elementos não-marrons. A cor preta é feita de elementos não-pretos. Intersomos; este é um fato. Você está em mim e eu estou em você; é uma bobagem discriminarmos os outros. É ignorância discriminar, achar que você é superior a mim ou que sou superior a você.Como muitos de nós sofremos, podemos nos sentir inferiores e sem valor. O ensinamento do Buda pode nos ajudar a adquirir a sabedoria da não-discriminação que nos libertará desse complexo de inferioridade. Também podemos ter um complexo de superioridade que nos faz pensar que somos melhor que os outros, ou um complexo de igualdade, que faz com que precisemos ser exatamente iguais a todo mundo, o tempo todo, ainda que não faça sentido em uma determinada situação. De acordo com os ensinamentos do Buda, não podemos comparar, pois não há um self para comparar e nada com o qual se comparar. A mão direita e a mão esquerda não possuem um self separado. Não podemos comparar e não devemos tentar comparar; quando vemos as coisas desta forma, deixamos de sofrer.”