Design da terra

A mistura é simples: 95% de terra e 5% de cimento. Vem daí o nome do tijolo de solo-cimento, que ganhou destaque com a maior procura por materiais ecológicos, embora usado no Brasil há décadas

Sua fabricação não envolve queima de energia (ao contrário do tijolo cerâmico comum), já que as peças são compactadas a frio numa prensa que garante prumos perfeitos. O desenho inteligente, com pequenos encaixes e furos centralizados, permite assentá-las com o mínimo de argamassa e embutir a tubulação hidráulica e elétrica, gerando menos entulho. Além disso, contribui para o desempenho térmico das paredes, porque os vãos formam uma barreira natural ao calor ou frio intensos. Outra vantagem do bom design reflete no tempo e no custo da construção: na ponta do lápis, até 30% de economia. “É mais fácil e rápido construir com o solo-cimento e isso reduz as despesas com mão-de-obra, que não precisa ser especializada, e com argamassa”, afirma a arquiteta Leiko Motomura, de Cotia, SP.

PARA CONSTRUIR SEM DÚVIDAS

Veja as dicas do arquiteto Luiz Antonio Pecoriello, autor de uma dissertação de mestrado sobre o material no Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT-SP):

– O projeto arquitetônico deve levar em conta as dimensões modulares do tijolo.
– Ainda é difícil encontrar o solocimento em home centers e lojas de material de construção. Para comprar, entre em contato com o fabricante, como a Construvan e a Tijol-Eco.

– Exija a garantia de que o produto segue as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e passou por testes de compressão e absorção de umidade.

– Paredes externas e de áreas úmidas precisam ser revestidas para evitar trincas decorrentes, principalmente, da penetração de água.

– Dá para adquirir a prensa e fazer os tijolos no próprio canteiro de obras. Mas a opção exige análise
prévia do solo a ser utilizado e costuma valer a pena somente quando se necessita de um grande
volume de tijolos. É o caso da compra do equipamento por prefeituras para a construção de conjuntos habitacionais

 

 

Sua fabricação não envolve queima de energia (ao contrário do tijolo cerâmico comum), já que as peças são compactadas a frio numa prensa que garante prumos perfeitos. O desenho inteligente, com pequenos encaixes e furos centralizados, permite assentá-las com o mínimo de argamassa e embutir a tubulação hidráulica e elétrica, gerando menos entulho. Além disso, contribui para o desempenho térmico das paredes, porque os vãos formam uma barreira natural ao calor ou frio intensos. Outra vantagem do bom design reflete no tempo e no custo da construção: na ponta do lápis, até 30% de economia. “É mais fácil e rápido construir com o solo-cimento e isso reduz as despesas com mão-de-obra, que não precisa ser especializada, e com argamassa”, afirma a arquiteta Leiko Motomura, de Cotia, SP.

PARA CONSTRUIR SEM DÚVIDAS

Veja as dicas do arquiteto Luiz Antonio Pecoriello, autor de uma dissertação de mestrado sobre o material no Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT-SP):

– O projeto arquitetônico deve levar em conta as dimensões modulares do tijolo.

– Ainda é difícil encontrar o solocimento em home centers e lojas de material de construção. Para comprar, entre em contato com o fabricante, como a Construvan e a Tijol-Eco.

– Exija a garantia de que o produto segue as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e passou por testes de compressão e absorção de umidade.

– Paredes externas e de áreas úmidas precisam ser revestidas para evitar trincas decorrentes, principalmente, da penetração de água.

– Dá para adquirir a prensa e fazer os tijolos no próprio canteiro de obras. Mas a opção exige análise
prévia do solo a ser utilizado e costuma valer a pena somente quando se necessita de um grande
volume de tijolos. É o caso da compra do equipamento por prefeituras para a construção de conjuntos habitacionais.

Fonte : Arquitetura & Construção por Giuliana Capello

A vida é cor !

E…faça-se luz ! Tudo vem a seu tempo… a luz depois das trevas, o dia depois da noite, a alegria depois da tristeza. Luz e sombra são os opostos da existência e sempre se alternam. Por isso, na vida, tudo sempre muda.

De Cor.

A luz multiplica-se em cor ! Cor-ação, Cor-agem, Cor-inga …

A Vida é Cor !

Quer mudar ? Então mude a cor ! Ela modifica a forma e imprime uma nova alma.Segundo pesquisas apresentadas no livro The Healthy Home, de Linda Mason Hunter, um Rosa forte libera os hormônios que inibem a agressividade. Vermelho estimula a adrenalina, a eficiência, a criatividade e o desenvolvimento cerebral dos bebês. O Azul ativa nada mais nada menos que onze hormônios tranquilizantes, prepara o corpo para o sono, minimiza medos e diminui o desejo por comida.Fazer refeições num prato azul pode ajudar a emagrecer. Essa cor aplaca o apetite ! O Violeta é antídoto contra insônia. O Amarelo incentiva a compra e venda, inclusive da casa.

Na casa ou nas roupas, as cores podem ajudar a equilibrar o temperamento e a definir prioridades.Quer iniciar projetos ? Ative o Vermelho. Concretizar ? O Verde. Clareza mental ? Ilumine-se com o Amarelo ! Estabilidade emocional ? Vista-se de Azul.

Na hora de colorir os ambientes, vale conhecer alguns segredos :1- Lugares escuros pedem cores claras/ 2- Tons quentes- vermelho, amarelo, laranja reduzem o espaço/3- Tons frios -azul e verde expandem e “aceleram” a passagem do tempo(bons para Sala de espera)/4- Casa quente equilibra-se com tons frios e vice-versa/ … 8- O teto pintado de cor clara eleva-se, de cor escura, torna-se mais baixo…10- Evite a mistura de cores em local com muitos móveis e adornos/ 11- Prefira diferentes tons de branco para valorizar a casa que tenha muita madeira em pisos, esquadrias e móveis.

Fonte : Bons Fluidos por Carlos Solano.

 Dedico este post a querida Tania Balsini (Taninha), que em vida sempre  esteve a colorir as paredes de sua casa, dos seus batiques maravilhosos, bem como a vida de seus amigos, com seu sorriso, com suas caretas, com seu carinho…difícil esquecer sua fala amorosa ao me chamar de “Coruja” .              …  em paz, minha querida !!!

Nova vida à Sala

Reformar,  reaproveitar,  revestir não representam apenas uma questão de economia, baseiam-se também no conceito de sustentabilidade. Esta palavra tão citada na atualidade, longe de ser usada como modismo, tem na urgência do Planeta, sua maior meta.

Dentro deste conceito, somando-se ao briefing da cliente, propomos um espaço ecologicamente correto e energeticamente saudável.

Energeticamente saudável, pois está baseado nos conceitos do Feng Shui, como por exemplo a parede laranja intensificando o elemento fogo para o guá do Sucesso e pares de vasos de flores sobre a mesa de centro, bem como  pares de futons sob a mesma,  intensificando o guá do Relacionamento.

Ecologicamente correto, pois reaproveitamos o sofá existente, revestindo-o com couro ecológico, cromamos as maçanetas e dobradiças, anteriormente douradas ( ao invês de comprarmos novas), lavamos e fizemos manutenção nas cortinas existentes, adquirimos tapetes de fibras naturais e executamos uma mesa de centro em MDF com o selo FSC, isto é  certificado por serem produzidos com respeito à natureza, utilizando madeira de reflorestamento.

O toque final ficou para  o papel de parede aplicado no ressalto criado, nos vasos vietnamitas com Yuca e  nas poltronas em camurça preta.

O inverno e o fogo purificador

O inverno esta aí  . . .  clima frio, céu azul, roupas de lã, casacos, cachecol, cobertor, sopa, chocolate quente, fondue, viagem para Serra         . . .   mas  também  tempo de  recolhimento para reflexões  sobre  a  nossa  verdadeira  casa,

o nosso corpo.

São quatro corpos, o físico, o etérico, o emocional e  o mental … e cuidar deles significa cuidar da alimentação, dos exercícios  musculares, dos respiratórios, da meditação e  principalmente de não sobrecarrega-los com pesos além da nossa capacidade física e mental.

Gostoso tirar proveito do inverno, de preferência em frente ao fogo, seja ao redor de uma fogueira, da luz de vela ou aquecido pelo fogo da lareira ( tradicional, à gás ou elétrica), sozinho, a dois, com a família, com os amigos …

“purificando e queimando”,

 mágoas, medos, sentimentos e pensamentos que não nos servem mais   e

Avivando tudo oque é bom e belo .

Foto : Ambiente de Lareira com mesa para armazenar toras de madeira.